Penitência

Já falei há algum tempo sobre o motivo de eu ser cristão. Naquele post, neguei a importância de muita coisa que é citada como problema do cristianismo e na verdade é problema de instituições humanas como igrejas. Porém, uma coisa eu reafirmei como sendo a base de todo o cristianismo, o amor incondicional ao próximo e consequentemente o perdão de todos os pecadores. Isso deixa aberto um espaço enorme para a crítica. Eu estou dizendo então que devemos perdoar assassinos? Corruptos? Estupradores? Ladrões? Corintianos (piadinha só pra descontrair o post)? Será que eu sou louco ou coisa pior?

Bem, vocês que já acompanham o blog a mais tempo sabem que a ideia aqui é justamente parecer louco no começo e depois dar um nó na cabeça de vocês forçando a pensar melhor sobre algo que geralmente não refletimos. Então sim, eu estou dizendo que devemos perdoar todos esses. Mas espere um pouco, talvez tenha algo mais nas partes da bíblia em que Jesus perdoa os pecadores. A única igreja que cristã que posso falar com conhecimento é a católica, então se tiver leitores que frequentam ou já frequentaram outras igrejas cristãs compartilhem seu conhecimento nos comentários. No caso da igreja católica o pecador deve confessar seu pecado ao superior religioso (fiéis ao padre, padre ao bispo, etc) e esse superior lhe aplica uma penitência que normalmente consiste em repetir um número de vezes determinada oração previamente decorada. Será que Jesus prescrevia algo desse tipo aos pecadores que se confessavam com ele?

Pois é, talvez meu conhecimento da bíblia não seja tão bom assim, mas não consigo me lembrar de nenhum trecho em que Jesus recomenda ao pecador que reze X pai-nossos. Então será que essa história de penitência é invenção da igreja? Parece que sim né? Mas não é! Repare que Jesus sempre termina o perdão a um pecador com uma frase do tipo “Vá e não peque mais!”. Isso sim é penitência! Repetir orações decoradas e outras formas de penitência que talvez sejam seguidas em igrejas que desconheço são fáceis demais, quero ver é conseguir cumprir a penitência prescrita pelo próprio Jesus! Além disso, não repetir o mesmo erro (lembrem-se que pecado significa simplesmente erro) mostra que a pessoa realmente se arrependeu do que fez, aprendeu e merece nosso apoio nessa nova fase de sua evolução.

Anúncios

Sobre birutaibm

Estudo ocultismo desde os 14 anos de idade, fui iniciado DeMolay aos 17, estou me preparando para entrar para FRA (uma fraternidade rosacruz). Sou graduado em Informática Biomédica, mestre em Física Aplicada a Medicina e Biologia (mais computação que física mesmo), doutorando na mesma área. Meu perfil no Modelo de Myers-Briggs é INTJ (fiz dois testes diferentes e o resultado foi esse em ambos). Enfim ainda não sei muito sobre mim.
Esse post foi publicado em ocultismo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s