A Pena de Morte

Quem acompanha meus posts de fora da área ocultista já deve ter percebido o quanto eu acho que educação e crime estão ligados. Vamos repassar dois posts, ligá-los e complementar um pouco. Quando falei de escola pública já chamei a atenção para a semelhança entre o que ela é e o que é uma penitenciaria. No mesmo post questiono como seria possível viver em uma república democrática capitalista sem entender de leis, nem de política e nem de finanças. Bem, o problema é que não é possível viver nela, então as pessoas vivem às margens dela (se tornam marginais).

Em outro post falo de combate ao crime, onde já deixo claro a minha opinião de que ele deve estar focado na formação de cidadãos (pessoas habilitadas a viver em nossa sociedade); e não em caçar criminosos, que são apenas peças de um jogo muito maior. Porém, uma vez melhorada a capacidade das pessoas de viver em nossa sociedade, ainda seria necessário que elas tenham a oportunidade de passar por “reciclagens” caso se esqueçam do que aprenderam (mas só depois de terem aprendido). Aí entra a semelhança que deveria existir entre escola e penitenciaria: a penitenciaria deveria ser uma escola (e não o contrário como parece hoje). Essa é a única razão que consigo imaginar para gastar dinheiro da sociedade com uma penitenciaria.

Agora respondendo a pergunta se eu sou a favor da pena de morte ou prisão perpétua. Prisão perpétua acho que já ficou óbvio pelo que eu disse antes que não faz o menor sentido. Quanto a pena de morte, não sou a favor dela exclusivamente para crimes hediondos, na verdade nem conheço o limite que separa o crime comum do hediondo. Mas uma vez que a pessoa foi educada adequadamente, errou, passou pelo “curso de reciclagem” e voltou a cometer o mesmo erro, ela já provou que o curso não surte efeito sobre ela. Para que continuar ensinando quem não quer aprender? Esse é o caso em que acredito que a pena de morte deveria ser aplicada.

Anúncios

Sobre birutaibm

Estudo ocultismo desde os 14 anos de idade, fui iniciado DeMolay aos 17, estou me preparando para entrar para FRA (uma fraternidade rosacruz). Sou graduado em Informática Biomédica, mestre em Física Aplicada a Medicina e Biologia (mais computação que física mesmo), doutorando na mesma área. Meu perfil no Modelo de Myers-Briggs é INTJ (fiz dois testes diferentes e o resultado foi esse em ambos). Enfim ainda não sei muito sobre mim.
Esse post foi publicado em política. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s