Carnal?

Gosto de publicar posts toda semana, sempre no mesmo dia, mas nessa semana não consegui escrever na segunda. Conheci alguém no sábado que não saia da minha cabeça, tornando impossível pensar em qualquer reflexão para compartilhar com os amigos. Hoje decidi transformar a fraqueza em força e me inspirar nela para fazer algumas reflexões. O escopo se mantém o mesmo, mas devo avisar que talvez alguns considerem o texto de hoje impróprio para menores…

Se você é como a maioria das pessoas quanto a isso, a primeira coisa que deve ter passado pela sua cabeça quando você viu o título é sexo. Mas será mesmo que sexo é carnal? O termo carnal é utilizado como o oposto de sagrado, divino, espiritual; agora que já entendemos que a esfera espiritual está relacionada com pensamentos e sentimentos, vejamos se realmente o sexo deveria ser excluído dessa esfera.

E para falar de sexo, vamos onde começa o sexo: na excitação. Alguns se excitam com cabelos da cor do ouro, ou com pele da cor do pecado. Alguns se excitam com corpos com baixo teor de gordura, ou com aqueles que tem o que segurar, apertar… Alguns se excitam com mulheres de biquínis, lingerie ou sem nada mesmo. Alguns se excitam com palavras, ou toques. Com os lábios da pessoa tocando os seus, sua língua tocando a dela.

É, talvez alguns se excitem com essas coisas, eu não estou entre eles. Pode ser meio constrangedor você ler sobre o que excita um cara que você nem conhece (talvez mais ainda se conhece), mas se você chegou até aqui continue a leitura. O que realmente me excita é imaginar o prazer que todas essas coisas podem me proporcionar, e principalmente, saber que alguém também estará tendo prazer por minha causa. A excitação vem da minha mente e das minhas emoções, não da minha carne ou da carne de outra pessoa.

Sexo não é carnal! Eu poderia associar o elemento terra a qualquer tipo de doação, dinheiro, alimento, roupas, qualquer coisa que você dá para alguém que nem conhece, provavelmente nunca irá conhecer e, por quem o máximo que você consegue sentir é pena. O sexo é fogo, ar e água. Não são dois corpos que se unem em um, são duas almas que se unem em uma! É uma celebração da vida, tão poderosa que pode até gerar uma nova vida! Se isso não for divino, não sei o que mais poderia ser.

Depois que eu transformei as muletas em algo imaterial na frente dos seus olhos, transformo o maior simbolo do carnal em algo espiritual. Acho bom você parar de ler meu blog, senão ainda acabo modificando seu mundo inteiro. hehehe

Anúncios

Sobre birutaibm

Estudo ocultismo desde os 14 anos de idade, fui iniciado DeMolay aos 17, estou me preparando para entrar para FRA (uma fraternidade rosacruz). Sou graduado em Informática Biomédica, mestre em Física Aplicada a Medicina e Biologia (mais computação que física mesmo), doutorando na mesma área. Meu perfil no Modelo de Myers-Briggs é INTJ (fiz dois testes diferentes e o resultado foi esse em ambos). Enfim ainda não sei muito sobre mim.
Esse post foi publicado em ocultismo. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Carnal?

  1. Pingback: Voltei no Terceiro Dia | Idéia Biruta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s