Reflexões sobre a Muleta

Primeiro devo me desculpar com meus leitores por ficar tanto tempo sem postar nada, vou tentar melhorar isso. E para recomeçar quero compartilhar com vocês uma reflexão que estende o post sobre as muletas mágicas. A reflexão começa pela pergunta mais simples que poderia ser: O que é uma muleta? E a primeira resposta que me vem é que trata-se de uma estrutura de madeira, com aproximadamente a forma de um triangulo comprido, cujo lado menor apóia o braço e a ponta oposta fica no chão, criando assim um ponto de apoio extra para o corpo; normalmente se utiliza um par delas então seriam dois pontos de apoio extra.

A imagem ao lado mostra o que eu tentei descrever em palavras, mas será que uma muleta é isso mesmo? Que tal se essa madeira fosse de outra cor ou se ela estivesse pintada? Bem, ela continuaria sendo uma muleta. E quanto a sua massa, façamos pequenas variações, ela continuará sendo uma muleta? Desde de que as alterações não prejudiquem sua função, sim. Ok, então o material, que tal trocar a madeira por um metal ou plastico resistente? É, parece que isso também não torna o objeto uma não-muleta. Não vou desistir antes de uma ultima tentativa, e dessa vez vou apelar: o que me diz quanto a mudar a forma do objeto?

Pesquise no google imagens a palavra muleta e uma das imagens que encontrará será a seguinte.
É, parece que eu errei de novo. Só essa imagem e já percebemos que a muleta pode ser de diferentes formas, tamanhos, cores, pesos, materiais, etc. Mas então o que é uma muleta?

Tente responder você mesmo antes de continuar a leitura. Se você chegar a uma resposta diferente da minha compartilhe comigo e com meus leitores nos comentários.

Uma vez que nenhuma dessas propriedades da matéria pode descrever o que é uma muleta, só me resta uma opção: a muleta não é material! “Xiiiii, agora é que o cara pirou mesmo. Como assim a muleta não é material?” Bem, uma muleta especifica é material, mas antes dela existir, materialmente falando, toda a classe muleta já existia como um conceito, ou seja, um objeto mental. Muleta é o instrumento utilizado para simular um novo ponto de apoio para uma pessoa. As restrições materiais só começam a surgir na materialização, mas a essa altura a criação já está bem adiantada.

Para os que ficaram esperando as analogias devo dizer que o post é só sobre muletas mesmo. Mas se você refletir um pouco talvez descubra que o universo a sua volta é muito mais mental e menos material do que você imaginava. E, se relacionar este ao outro post que citei vai perceber mais uma vez que os instrumentos utilizados na magia não são importantes, mas sim o que eles significam.

Anúncios

Sobre birutaibm

Estudo ocultismo desde os 14 anos de idade, fui iniciado DeMolay aos 17, estou me preparando para entrar para FRA (uma fraternidade rosacruz). Sou graduado em Informática Biomédica, mestre em Física Aplicada a Medicina e Biologia (mais computação que física mesmo), doutorando na mesma área. Meu perfil no Modelo de Myers-Briggs é INTJ (fiz dois testes diferentes e o resultado foi esse em ambos). Enfim ainda não sei muito sobre mim.
Esse post foi publicado em ocultismo. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Reflexões sobre a Muleta

  1. Pingback: Links Mayhem – Junho a Agosto de 2012 | Teoria da Conspiração

  2. Pingback: Carnal? | Idéia Biruta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s