Alimentação

Quando relacionei a energia do ocultismo com a da física ainda deixei de mencionar sua ligação com a dos nutricionistas. Não são duas coisas diferentes com o mesmo nome, é a mesma coisa (capacidade de produzir trabalho). Nossos corpos absorvem a energia de outros corpos (por um processo que foge do escopo desse blog) e nós controlamos ela pelo nosso pensamento para o que quisermos.

Portanto, nossa energia vem principalmente de nossa alimentação e respiração. Estranhou a inclusão de respiração? Não só no ocultismo se da essa importância a ela, o processo complicado que citei acima chama “respiração celular”. Sendo daí que vem nossa energia, devemos dar uma boa atenção para esses processos. Sobre respiração talvez eu fale outro dia, por hoje vamos a alimentação.

É comum vermos associado ao ocultismo a recomendação ao vegetarianismo ou pelo menos a evitar determinados alimentos. Mas por quê? A resposta mais comum é que se deve evitar comer carne por que é moralmente errado matar um animal para se alimentar. Mas sendo assim, não deveria ser errado matar uma planta, ou roubar-lhe os frutos ou as folhas? E ainda, não seria igualmente errado impedir que animais como o mosquito transmissor da dengue viva e se reproduza (mosquito é animal)? E também ratos de esgoto, baratas, aranhas, escorpiões, etc… Indo mais além, não seria errado matarmos as bactérias e vírus que nos deixam doente ou roubarmos nutrientes diretamente da terra?

Parece que tem algo de errado com essa resposta. Não deve ser errado transferir energia de um corpo para outro mesmo que o primeiro seja um animal. A idéia de se evitar carne está relacionada com a “pureza da energia”. Acredita-se que uma energia posta em ação em determinada direção, está de alguma forma modificada por aquela direção e, dessa forma se torne mais difícil de redirecioná-la. Quanto mais distante da fonte, mais difícil. A maior fonte de energia para nosso planeta é o Sol, a menos que você possa absorver essa energia, a mais pura seria a da primeira na cadeia alimentar: as plantas.

Se você quiser testar, experimente a mudança na alimentação e observe se melhorou alguma coisa. Se você não gosta de carne, seja vegetariano. Se você não se sente bem comendo carne, seja vegetariano. Só não seja vegetariano se a sua única motivação para isso for não matar os animais, a quantidade de vidas que você vai tirar durante a sua não vai mudar significativamente só pela escolha do cardápio.

Anúncios

Sobre birutaibm

Estudo ocultismo desde os 14 anos de idade, fui iniciado DeMolay aos 17, estou me preparando para entrar para FRA (uma fraternidade rosacruz). Sou graduado em Informática Biomédica, mestre em Física Aplicada a Medicina e Biologia (mais computação que física mesmo), doutorando na mesma área. Meu perfil no Modelo de Myers-Briggs é INTJ (fiz dois testes diferentes e o resultado foi esse em ambos). Enfim ainda não sei muito sobre mim.
Esse post foi publicado em ocultismo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s