Quem Tem Medo do Karma Mau?

Desde o principio das religiões e misticismos, sempre existiu a ameça aos que seguem o caminho do mau. Seja no inferno católico, na não-escapada do ciclo encarnatório nas crenças relacionadas a reencarnação/re-emanação, ou seja no castigo kármico dos misticos/ocultistas. Já disse que não acredito na existência do mau, mas como ocultista acredito em karma, então como eu me livro da contradição? Refletindo sobre o significado de karma e como ele deveria ser antes que as autoridades resolvessem utiliza-lo para domínio da massa.

Não acredito em castigo ou recompensa divina, mas acredito em consequência dos seus atos. Suponha que sua Verdadeira Vontade inclua de alguma forma se casar com uma pessoa loira (é só um exemplo) e por algum motivo você se casa com uma não-loira. Você será castigado por isso? Acredito que não, mas será mais difícil realizar sua Verdadeira Vontade, e você sofrerá por mais tempo.

O karma se refere a consequência dos seus atos. É a lei tão conhecida na física de ação-reação, vista como algo mais genérico, lidando não só com forças entre corpos, mas com atitudes entre seres vivos. Se você se move em direção a sua Verdadeira Vontade você terá um karma positivo (a seu favor), se você se move na direção oposta seu karma será negativo (contra você), não por castigo, por consequência.

Não sei se todos perceberam a brincadeira do título do post: troque a palavra karma por lobo e você lembrará de uma história infantil. Essa história da um bom exemplo de karma. O lobo não é um castigo aos porquinhos preguiçosos enviado pelos deuses vingativos. Ele é algo que sempre esteve naquele cenário e só colocou os porquinhos em apuros por consequência da maneira como eles construíram suas casas. Mais uma vez consequência, não castigo!

Anúncios

Sobre birutaibm

Estudo ocultismo desde os 14 anos de idade, fui iniciado DeMolay aos 17, estou me preparando para entrar para FRA (uma fraternidade rosacruz). Sou graduado em Informática Biomédica, mestre em Física Aplicada a Medicina e Biologia (mais computação que física mesmo), doutorando na mesma área. Meu perfil no Modelo de Myers-Briggs é INTJ (fiz dois testes diferentes e o resultado foi esse em ambos). Enfim ainda não sei muito sobre mim.
Esse post foi publicado em ocultismo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s