Os Mitos da Astrologia I

Há algum tempo escrevi um post onde abordo o tema Astronomia x Astrologia e no final digo que não sei o suficiente para defender ou atacar qualquer um dos dois, deixando a questão meio vaga. Agora vou começar uma série de posts falando de algumas coisas que sei sobre a astrologia e que geralmente são alvo de críticas por parte de quem não as sabe. O primeiro que escolhi é: “Como assim o Sol se move e a Terra fica parada? Essa mentira foi desmascarada há muito tempo! Você ainda acredita nisso!?”

Bem, ao olharmos para o céu é isso que vemos: o Sol, a Lua, Plutão e os planetas do Sistema Solar (exceto a Terra) se movendo, enquanto a Terra permanece sob nossos pés imóvel. Com o objetivo de fazer previsões do tipo qual a posição de um desses astros em determinado momento é necessário que essa posição seja expressa matematicamente como uma função do tempo. Porém, esse movimento não é tão simples, mas cheio de ziguezagues, com um traçado extremamente difícil de se descrever matematicamente.

Esse problema foi resolvido quando o ponto de vista foi alterado, se ao invés de observar diretamente o movimento passarmos a imaginar como seria o movimento visto a partir do Sol, as coisas começam a ficar mais claras e simples. Cada planeta gira em torno do sol em uma órbita elíptica, com o Sol em um dos focos, varrendo áreas iguais em tempos iguais. Tudo isso seguindo perfeitamente a Teoria de Gravitação Universal, utilizada para descrever outros movimentos além desses. Perfeito (então Plutão e os planetas do Sistema Solar, inclusive a Terra, giram em torno do Sol e somente a Lua gira em torno da Terra)!

Estaria tudo resolvido se não fosse um tal de Albert Einstein encasquetar que não é possível perceber um movimento absoluto, qualquer movimento que se descreva é a percepção do movimento a partir de um determinado ponto de vista e não o movimento em si. Então voltamos à questão, desta vez melhor elaborada, da qual tiramos a resposta, e a questão é: “Considerando que o observador está na Terra (nós estamos na Terra, certo?), esses astros se movem em torno da Terra?”. Alguém ainda acha que a resposta é não?

“Assim não vale… esse cara é biruta mesmo… agora vai querer me convencer que o heliocentrísmo está errado!!!” Calma leitor, não disse que ele está errado. O heliocentrísmo nos fornece um bom modelo e uma boa ferramenta de predição, não poderia estar tão errado assim! O que quero é que você entenda duas idéias:

  1. Que modelo é modelo, serve para representar e predizer eventos, não é a realidade ultima das coisas, esta é relativa e não pode ser conhecida por nós;
  2. Quando a astrologia foi desenvolvida o movimento conhecido dos astros era com relação a Terra e não faz sentido de uma hora para outra mudar o observador de lugar e começar tudo do zero de novo, até porque ainda estamos na Terra.

Agora é com vocês, deixem suas críticas sobre esse post ou sobre astrologia para os posts futuros de “Os Mitos da Astrologia”.

Anúncios

Sobre birutaibm

Estudo ocultismo desde os 14 anos de idade, fui iniciado DeMolay aos 17, estou me preparando para entrar para FRA (uma fraternidade rosacruz). Sou graduado em Informática Biomédica, mestre em Física Aplicada a Medicina e Biologia (mais computação que física mesmo), doutorando na mesma área. Meu perfil no Modelo de Myers-Briggs é INTJ (fiz dois testes diferentes e o resultado foi esse em ambos). Enfim ainda não sei muito sobre mim.
Esse post foi publicado em ocultismo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s